Quando chorei no ombro do meu amor

R$30,00

Quando chorei no ombro do meu amor, um romance real construído entre poemas, cartas, músicas, amizades verdadeiras e dor contada em poema de saudade. Reginaldo Poeta e Zenilda Lua eram apaixonados e viveram uma grande história de amor marcada por mais de vinte anos de história, o nascimento da filha Brisa veio para completar essa felicidade e juntos formavam uma família. Um dia, o Poeta ao sentir muita fadiga, não aguentou o percurso da caminhada matinal e este, foi o início de uma jornada difícil com a descoberta do seu grave estado de saúde. A proposta de fazer um livro surgiu após a realização da primeira sessão de quimioterapia, a ideia era uma parceria entre o casal apaixonado, infelizmente a parceria não prosperou.  Zenilda Lua traz neste livro detalhes deste lindo e doloroso caminho.

Editoração Eletrônica: Patrick Vergueiro| Formato: 14,5 x 24cm | ISBN: 9788565111775 | Número de páginas: 169| Ano de lançamento: 2017

Em estoque

Categorias: , Tags: , , , ,

Descrição

Prepare-se para mergulhar nas emocionantes palavras de Zenilda Lua ao narrar sua história real de amor, amizade, cartas, poemas e dor.

Ele, Reginaldo, um Poeta. Além da poesia também trabalhava com artes-plásticas, teatro e música. Era muito envolvido com artes. Nasceu em Patos PB, onde passou praticamente sua infância, morou por doze anos no bairro de Placas, em frente ao SESI e no ano de setenta e nove foi para São Paulo. Ela, Zenilda Lua, veio de linhagem aboiadeira que estende o cordel e declamava versos esperando a chuva chegar. Foi morar em Patos quando precisou estudar. Zenilda Lua é a mulher encantadora que recebeu a carta de um poeta em junho de mil novecentos e noventa, a carta que deu início a uma grande história de amor.

Os dois, faziam uma combinação feliz, estavam juntos há mais de vinte anos, eram amigos, parceiros, namorados e cúmplices. Gostavam de receber os amigos em casa em encontros alegres, temáticos e também gostavam de ficar a sós ouvindo músicas, lendo poemas… A rotina não os sufocava, as afinidades os uniam.

Brisa, filha do casal, chegou ao mundo numa esperada manhã de dezembro e deixou tudo mais ilustrado de amor pela sua cor e cheiro. Brisa e seu pai Reginaldo compunham o mais lindo dos poemas da alma. O amor. A amizade entre os dois era explícita, os dois eram muito parecidos, mesmo gosto musical, mesma teimosia, criatividade, gênio, esquecimentos e virtudes. E juntos eles formavam a família combinação feliz.

Um dia, o Poeta ao sentir muita fadiga, não aguentou o percurso da caminhada matinal e este, foi o início de uma jornada difícil com a descoberta do seu grave estado de saúde. A proposta de fazer um livro surgiu após a realização da primeira sessão de quimioterapia, a ideia era uma parceria entre o casal apaixonado, infelizmente a parceria não prosperou.

Zenilda Lua relata neste livro detalhes de sua história com o Poeta Reginaldo e a dolorosa trajetória que enfrentaram com a descoberta do câncer e seu tratamento, percorrendo pelos dias que pareciam sem fim dentro do hospital entre cirurgias, sessões de quimioterapia, declarações de amor e lágrimas de dor.

Quando chorei no ombro do meu amor, uma emocionante história construída em valorosas particularidades de uma vida inteira contada em poemas, músicas, orações e cartas.

Informação adicional

Peso 459 g
Dimensões 28 × 20 × 6 cm

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Apenas clientes logados que compraram este produto podem deixar uma avaliação.